Hoje de manhã, quando acordei, abri meus olhos e pude enxergar, sem esforço algum consegui me levantar e caminhar até a cozinha, fui ao banheiro e sim; eu pude tomar banho em água limpa, me sequei com uma toalha, caminhei ate meu quarto, e lá haviam muitas roupas, nem todas novas, mas haviam roupas. Fui até a rua para ver se estava chovendo, eu pude sentir o vento me tocando, pude sentir o cheiro das coisas, eu pude ver o pássaros que voavam, quando entrei, havia comida no armário, e um local onde eu pudesse sentar calmamente e tomar meu café da manhã. Ao me olhar no espelho para me arrumar,
notei que não era a pessoa mais linda do mundo, mas que eu sou bonito, e que não haviam defeitos físicos, e minha alma era rica de compaixão, e carinho, sentei no sofá por alguns minutos, e notei quantas coisas existiam dentro de minha casa e eu nunca havia percebido. Estava na hora de ir trabalhar, levantei, caminhei ate o quarto de minha mãe, e sem esforço algum falei; mãe? Estou indo, te amo.
E pude escutar a sua doce voz me dizendo;
Esta bem meu filho, se cuide, Deus te abençoe, também te amo.

O Extraordinário não é fazer uma coisa diferente a cada dia,
e nem mesmo descobrir coisas novas, ou fazer loucuras,
o extraordinário é simplesmente o simples,
que se torna especial, cada vez que você da valor.
Seja o simples, e fará o inimaginável.

Texto de : Sauro Kouketsu Candido

Nenhum comentário:

Postar um comentário